• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Município inaugurou Louredo Natura Parque e Espaço de Apoio ao Visitante

18-01-2018

Obras inauguradas pelo Sr. Ministro da Agricultura nas com...

Comemorações do Feriado Municipal

17-01-2018

Vila Nova de Poiares assinalou o 120º aniversário da resta...

Executivo aprovou números de polícia e concluiu processo de toponímia

10-01-2018

A atribuição de números de polícia finaliza o processo de ...

13 de janeiro de 2018 - Discurso do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Vila…

18-01-2018

Sua Excelência Sr. Ministro da Agricultura, Flor...

Inquérito de Satisfação - Espaço de Apoio ao Visitante

17-01-2018

Foi recentemente inaugurado o equipamento municipa...

Consulta Pública, Editais ZIF SANTO ANDRÉ e ZIF ARRIFANA

12-01-2018

Edital ZIF Santo André - Consulta pública Edital ...

Ocorrência de tempo frio

04-01-2018

A DGS recomenda a adoção das seguintes medidas: ...

Condições meteorológicas adversas

04-01-2018

Precipitação forte e descida acentuada da temper...

Pin It

alerta 

Informação meteorológica relevante

AVISO

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, a partir do final do dia de hoje (01Fev) prevê-se um agravamento da situação meteorológica na região Norte litoral, em especial a partir das 18 horas com valores acumulados que poderão atingir 20 mm.

A precipitação intensificará durante o período da noite/madrugada de quarta para quinta-feira, prevendo-se que, a partir do meio da manhã de quinta-feira, passe então a regime de aguaceiros por vezes fortes com granizo e trovoada. Para o dia de amanhã prevêem-se valores de precipitação acumulada de 50 mm nas primeiras 12 horas e de 70 mm para o dia todo. Amanhã (02Fev), a queda de neve está prevista para uma cota superior aos 1500 m, descendo para a cota dos 1000 a 1200 m ao final do dia.

A situação será análoga no dia de sexta-feira (03Fev), com precipitação mais forte durante a noite/madrugada de quinta para sexta e valores previstos de precipitação acumulada na região Norte (em especial no Minho) de 40 mm durante a manhã e 50 mm no período da tarde. Na sexta-feira prevê-se que a queda de neve ocorra à cota dos 1000 a 1200 m.

Ainda de acordo com o IPMA, prevê-se que o vento se intensifique a partir do final do dia de hoje, com rajadas que poderão atingir 75 km/h no litoral Norte e Centro e 90 km/h nas terras altas. O vento será ainda forte no período da manhã e durante a noite de sexta-feira, com rajadas que poderão atingir 90 a 100 km/h no litoral e nas terras altas (a 700 m).

Prevê-se igualmente um agravamento da agitação marítima, a partir das 12H de amanhã (02Fev), cujo período mais crítico a situar-se-á entre as 15:00 e as 24:00 horas, com ondas de 8 metros na costa ocidental a norte do Cabo Raso e período de onda de 18 segundos.

Informação hidrológica relevante

Possibilidade de alterações significativas nos regimes de escoamento nas bacias dos rios Minho, Lima, Cavado, Ave e margem direita do rio Douro (troco final), especialmente nas linhas de águas não controladas, com efeitos de inundações nas zonas historicamente vulneráveis.

Não são de excluir eventuais efeitos também nas bacias dos rios Mondego e Vouga.

 

Em função das condições meteorológicas presentes e previstas é expectável:


* Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
* Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
* Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
* Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
* Danos em estruturas montadas ou suspensas;
* Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
* Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
* Possíveis acidentes na orla costeira;
* Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.


– MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO


A Proteção Civil Municipal recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção, nomeadamente:
- Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
- Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água e gelo nas vias;
- Transporte e colocação das correntes de neve nas viaturas, sempre que se circular nas áreas atingidas pela queda de neve;
- Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
- Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
- Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atenta para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte;
- Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;
- Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;


Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.