• Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Piscinas da Fraga abrem ao público dia 7 de julho

30-06-2020

Espaço terá limitação de um máximo de 150 pessoas em simul...

Espetáculos em modo Drive-in pela primeira vez no concelho

22-06-2020

Iniciativa em moldes alternativos para responder à pandemi...

Fundo de Emergência de 300 mil euros para famílias, empresas e associações locais

09-06-2020

Candidaturas terão de ser apresentadas até 26 de junho O ...

Aviso à População

07-07-2020

PERIGO DE INCÊNDIO RURAL – MEDIDAS PREVENTIVAS ...

Aviso à População

03-07-2020

PERIGO DE INCÊNDIO RURAL  ...

Sessão de Esclarecimentos - Concursos Abertos no âmbito do PDR2020

01-07-2020

06 de julho - 17 horas | Sala de Exposições do C...

Aviso à População

22-06-2020

Risco de incêndio rural. ...

V Conferência de Treino de Guarda-Redes em Webinar

12-06-2020

Evento contou com acreditação pelo IPDJ com 2,4 ...

Pin It

pdf Regulamento para o Conselho Municipal de Juventude de Vila Nova de Poiares (CMJVNP)

 

O CMJVNP prossegue, nos termos da lei, os seguintes fins:

  1. Colaborar na definição e execução das políticas municipais de juventude, assegurando a sua articulação e coordenação com outras políticas sectoriais, nomeadamente nas áreas do emprego e formação profissional, habitação, educação e ensino superior, cultura, desporto, saúde e ação social; 
  2. Assegurar a audição e representação das entidades públicas e privadas que, no âmbito municipal, prosseguem atribuições relativas à juventude;
  3. Contribuir para o aprofundamento do conhecimento dos indicadores económicos, sociais e culturais relativos à juventude;
  4. Promover a discussão das matérias relativas às aspirações e necessidades da população jovem residente no município respetivo;
  5. Promover a divulgação de trabalhos de investigação relativos à juventude;
  6. Promover iniciativas sobre a juventude a nível local;
  7. Colaborar com os órgãos do município no exercício das competências destes, relacionadas com a juventude;
  8. Incentivar e apoiar a atividade associativa juvenil, assegurando a sua representação junto dos órgãos autárquicos, bem como junto de outras entidades públicas e privadas, nacionais ou estrangeiras;
  9. Promover a colaboração entre as associações juvenis no seu âmbito de atuação;
  10. Promover a colaboração com associações ou entidades com valências para crianças e jovens;