• Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

PROJETO SEMENTE PARA O FUTURO

logo cmvnp sement

Em 2017, os violentos incêndios que afetaram a nossa região criaram uma necessidade e uma urgência de ação concertada sobre os espaços florestais ardidos.
O Município de Vila Nova de Poiares comprometeu-se com as organizações parceiras deste projeto, sobre a necessidade de reflorestar estes espaços de forma correta, natural, sustentável e resiliente.
O Fundo ambiental possibilitou a apresentação de candidaturas e o GAL Dueceira, na qualidade de entidade promotora, em parceria com os Municípios de Vila Nova de Poiares, Penela, Lousã e Miranda do Corvo e outros agentes locais e também o apoio técnico da ACTIVAR, ADSCCL e Lousitânea, teve acesso a um financiamento para testar a ideia de envolvimento das comunidades na recolha de sementes e na criação de micro maternidades de árvores.

Da ideia concretizada, o Município de Vila Nova de Poiares e seus parceiros, passam à ação com a plantação de árvores em VILA NOVA DE POIARES.

semear futuro

VILA NOVA DE POIARES - 1 de Fevereiro, 14.30h
PARQUE VERDE, junto à Zona Industrial

Para mais informações consultar a ⯑ENTIDADE PROMOTORA #Dueceira

 

 

 

PROJETO FLORESTA COMUM
FLORESTA AUTÓCTONE

 

candidaturas FlorestaComum

O Projeto Floresta Comum é fruto de uma parceria entre várias entidades empenhadas em contribuir ativamente para a (re)arborização de Portugal com árvores que compõem a floresta portuguesa.

A parceria nasceu em 2012 sendo coordenada pela Quercus e reúne o ICNF, IP.Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e a ANMPAssociação Nacional de Municípios.
Para além das entidades constituintes da parceria inicial e depois da renovação do contrato em 2015, aquela passou a contar a Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro fortalecendo o carácter científico e técnico da iniciativa.

Este projeto é parcialmente financiado pelo Green Cork – um projeto da Quercus que recolhe e envia rolhas de cortiça para reciclagem.
O principal objetivo da parceria é a promoção de espécies florestais autóctones como sejam, carvalhos, medronheiro, castanheiro, loureiro, azinheira, azereiro e sobreiro, entre outras, nas ações de arborização e rearborização de áreas florestais e de conservação da natureza e recuperação da biodiversidade, bem como, em parques urbanos e em ações de carácter educativo da comunidade escolar.

Pretende‐se fomentar a (re)arborização com espécies da floresta autóctone com altos níveis de biodiversidade, de produção de bens e de serviços do ecossistema, no território de Vila Nova de Poiares.

logos vnp cim

O Município de Vila Nova de Poiares em parceria com a CIM|RC - Comunidade Intermunicipal Região Coimbra, efetuou uma candidatura ao Projeto Floresta Comum. Esta foi aprovada e permitiu a disponibilização de 4590 plantas de espécies autóctones, como sejam carvalhos, sobreiros e pinheiros mansos, cuja plantação será efetuada em terrenos municipais, em fevereiro de 2020.

 

 

 

Concurso ‘Preservar a Natureza’

EDP VNP
Iniciativa criada em 15 de maio de 2019 pela EDP Distribuição e que visa potenciar a preservação da biodiversidade e do património natural, em particular nos concelhos mais atingidos pelos incêndios de 2017 e de 2018.


Considerando a mais-valia deste tipo de iniciativas e também o facto de o Concelho de Vila Nova de Poiares ter sido fustigado pelos incêndios de 2017, o Município de Vila Nova de Poiares participou no concurso ‘Preservar a Natureza’, com o objetivo de rearborizar as áreas ardidas com espécies florestais autóctones.


A candidatura foi aprovada em 5 de setembro de 2019, pelo júri constituído pela EDP Distribuição e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).


A entrega das espécies autóctones nomeadamente ulmeiros, amieiros, freixos, carvalho-roble, medronheiros, entre outras espécies, que ascende os 7 mil euros, do valor global de 250mil euros, ficou a cargo da EDP Distribuição, tendo o Município a responsabilidade de preparar os terrenos e concretizar a sua reflorestação.


Estando o projeto sujeito ao cumprimento do RJARR (Regime Jurídico aplicável às ações de arborização e rearborização – Decreto-lei nº 96/2013, de 19 de julho, alterado e pelo Decreto-Lei nº 12/2019, de 21 de janeiro de 2019), foi recebido por parte do ICNF, a respetiva aprovação do projeto e que incide em cerca de 4 hectares.

 

  

 

Grande encontro Regional da Liga para a Proteção da Natureza (LPN) em Vila Nova de Poiares, com o apoio da Câmara Municipal #EstáTudoConectadoPoiares

25 de outubro 2019

Manhã: Peddy Paper / Tarde: Ação de demonstração de combate às invasoras + demonstração de boas práticas na Quinta da Moenda

26 de outubro 2019

Tarde: Atividades com famílias - Plantação + Ateliers 

LPN 1