• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

IMG 1448 Large

Viatura de transporte de doentes vence OPG e repavimentação do campo de jogos da EB 2,3/S Dr. Daniel de Matos vence OPJ

Já foram apurados os resultados do Orçamento Participativo, tendo já sido conhecidas as propostas vencedoras.
A abertura das urnas e contagem de votos decorreu na presença dos elementos da comissão de análise técnica do Município, do grupo de acompanhamento designado pela Assembleia Municipal, bem como dos autores/representantes das propostas apresentadas, numa sessão presidida por João Miguel Henriques, presidente da Câmara Municipal, acompanhado do vice-presidente, Artur Santos.


Em causa estavam dois concursos em simultâneo, o Orçamento Participativo Geral (OPG) e o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), cada um com duas propostas em votação.
No âmbito do OPG, a proposta vencedora foi a aquisição de uma viatura de transporte de doentes, apresentada pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares, num montante de 24.999,75€, sendo que no processo do Orçamento Participativo Jovem, a proposta vencedora foi a Repavimentação do campo de jogos da escola EB 2,3/S Dr. Daniel de Matos, num montante de 24.907,50€. As propostas vencedoras serão agora devidamente analisadas e os respetivos montantes inseridos no Orçamento do Município para 2018.
Ao todo foram contabilizadas 712 participações, num total de 2848 votos admitidos, dado que cada votante tinha direito a quatro votos, distribuídos de forma diferente consoante a idade, resultando num processo onde todos se podiam pronunciar sobre todas as propostas a concurso, tando do Orçamento Participativo Geral, como do Orçamento Participativo Jovem.
Para o Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, «esta foi a primeira vez que se implementou um orçamento participativo em Vila Nova de Poiares e, apesar da votação ser apenas presencial registou uma adesão digna de registo, demonstrando que as pessoas foram capazes de se mobilizar e mostraram vontade em participar e dar a sua opinião sobre as propostas a concurso».
O mesmo responsável sublinhou que, «apesar de só agora se implementar efetivamente o orçamento participativo, com modelo e regras próprias, a participação alargada nas decisões e opções de investimento foi sempre uma prática deste Executivo, dando espaço e ouvindo a todos, auscultando as populações todos os dias, num contacto direto e próximo com os munícipes e também promovendo reuniões com as diferentes forças políticas, aquando da preparação do Orçamento Municipal, porque a democracia participada e participativa é um dos valores fundamentais da nossa ação», concluiu.