• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

terra treme escola 2


Iniciativa no âmbito do Projeto “A Terra Treme” promovido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil

Depois de já ter percorrido os três centros escolares do concelho, este ano foi a vez do Agrupamento de Escolas acolher o simulacro de sismo realizado no âmbito do projeto “A Terra Treme”, promovido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O exercício, realizado em parceria com os Bombeiros Voluntários de Poiares, e o Serviço Municipal de Proteção Civil de Vila Nova de Poiares, envolveu os alunos daquele estabelecimento escolar, com especial atenção para a turma do 5º ano, onde estiveram as autoridades, procurando chamar a atenção para a cada vez maior prevalência risco sísmico e, sobretudo, para a importância da adoção dos comportamentos adequados por parte dos cidadãos.

Eram exatamente 11h05m quando soaram as campainhas, tendo os alunos imediatamente tomado as precauções devidas, seguindo as orientações das autoridades, executando os 3 gestos fundamentais em caso de sismo: baixar, proteger e aguardar. Gestos que, apesar de serem aparentemente simples, podem em situação de crise, fazer toda a diferença no salvamento de vidas.

Com a calma necessária, as crianças procuraram o objeto mais sólido que permitisse maior proteção, tendo-se refugiado debaixo das mesas das salas de aula, baixando-se numa posição que evitasse a queda durante o sismo, ao mesmo tempo que protegeram a cabeça e o pescoço com as mãos e braços, aguardando que parasse de “tremer”.

Presente neste simulacro esteve também a vereadora da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, Dra. Lara Henriques de Oliveira, em representação do Município, sublinhando a importância destas ações para a consciencialização da necessidade de adoção dos comportamentos corretos e mais adequados em caso situações de catástrofe imprevisíveis, como é o caso dos sismos.

Município também fez o simulacro
Os serviços municipais também não ficaram de fora e realizaram o simulacro nos vários departamentos do Edifício Principal da Câmara Municipal, procurando, desta forma, testar também a capacidade de reação perante a possibilidade de catástrofe.

Realizando os mesmos procedimentos de segurança, com os três gestos fundamentais, os diferentes trabalhadores do município procuraram o local mais apropriado para se refugiarem e, desta forma, treinarem os comportamentos adequados a tomar em situação de abalo sísmico.

terra treme CM 2