• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

ERSAR 2

Presidente da Câmara Municipal recebeu certificado pelo segundo ano consecutivo

O Município de Vila Nova de Poiares renovou o selo de qualidade exemplar de água para consumo humano da ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos, título que recebeu pelo segundo ano consecutivo.

O certificado foi entregue ao Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, na cerimónia de entrega dos "Prémios dos serviços de águas e resíduos" promovida pela ERSAR em parceria com o Jornal Água & Ambiente.

Para João Miguel Henriques, Presidente da Câmara Municipal, «estes resultados vêm comprovar a excelência da água que é fornecida à população e a importância de que se reveste a nossa aposta na remodelação e renovação da rede de abastecimento, que temos vindo a fazer ao longo dos últimos anos», apontou, dando como exemplos as intervenções já realizadas em vários locais do concelho, onde foi totalmente substituída a rede de abastecimento não só de água como de saneamento e águas pluviais.

Refira-se que a maioria da água é fornecida em alta pela empresa Águas do Centro Litoral, S.A, e depois distribuída em baixa pela Autarquia aos consumidores, à exceção de uma única captação própria do Município, que abastece as localidades de Ervideira, Casais, Sobreiro e Oliveira.

Aposta no cadastro e renovação da rede num total de investimentos de 2 milhões de euros
Apesar dos excelentes resultados, o mesmo responsável explicou que «ainda há muito a fazer, nomeadamente no que respeita ao cadastro da rede e à renovação de condutas obsoletas que, apesar de não afetarem a qualidade da água, significam uma percentagem elevada de perdas que comprometem a eficiência do sistema».

Este é um problema que o Município está a procurar resolver a uma escala intermunicipal, com a criação de um sistema multimunicipal para gestão do abastecimento de água, saneamento e recolha de resíduos sólidos, e onde, conjuntamente com outros municípios da região, poderão ser efetuadas candidaturas aos fundos estruturais europeus para intervenção e renovação das redes de abastecimento de água e saneamento básico, cujos montantes ultrapassam os 2 milhões de euros.