• Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

Serviços online de Vila Nova de Poiares1

Aposta na modernização administrativa e progressiva desmaterialização de processos

O Município de Vila Nova de Poiares disponibiliza, a partir de hoje, a plataforma de serviços online, permitindo aos munícipes tratarem dos seus assuntos sem necessidade de se deslocarem à Câmara Municipal.

Para o Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, «esta é uma medida que tem vindo a ser trabalhada há já algum tempo e que, finalmente, conseguimos colocar em funcionamento, permitindo, desta forma facilitar a vida a todos quantos não têm disponibilidade para se deslocar aos serviços municipais em horário normal de expediente».

Além disso, acrescenta, «vem ainda contribuir para o esforço de desmaterialização dos processos administrativos do Município, com o objetivo de reduzir o uso de papel (e até eliminar, nos casos em que for possível), numa lógica de maior desburocratização e agilidade dos serviços da administração pública».

O acesso ao serviço já está disponível, mediante registo na plataforma que se pode aceder a partir da página oficial do Município, em http://www.cm-vilanovadepoiares.pt, selecionando a opção serviços online no menu Munícipes, ou diretamente através do endereço http://sol.cm-vilanovadepoiares.pt .

Nesta plataforma estão já disponíveis vários formulários para assuntos relacionados com as diferentes áreas de atividade do município, desde o urbanismo, proteção civil, cultura e turismo, ambiente e saúde pública, entre outros, sendo que o número de formulários e áreas irá sendo progressivamente alargado, à medida que se vão reunindo as condições necessárias para o efeito.

Modernização e Eliminação do Papel
Refira-se que esta é uma medida inserida no processo de modernização administrativa que o Município tem em curso, que iniciou com a renovação do hardware dos diferentes serviços e se foi complementando com a renovação e aquisição de software que tem permitido melhorar não só o funcionamento interno dos serviços, mas também na capacidade de resposta dos serviços municipais, e diminuição dos tempos de espera, nas várias áreas de ação.

«É uma revolução tranquila que temos vindo a implementar e a mudar por completo a lógica de funcionamento dos serviços, com o enfoque principal no munícipe, contribuindo para o aumento dos níveis de eficiência e eficácia, ao mesmo tempo que se vão desmaterializando processos, com o objetivo final de podermos vir a eliminar por completo a utilização do papel», referiu.