• Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

EN17 entroncamento

Concurso público para elaboração do Estudo de Viabilidade foi aprovado na CIM-Região de Coimbra

O executivo municipal de Vila Nova de Poiares apresentou na última reunião da Câmara Municipal a decisão da CIM-Região de Coimbra que aprova o lançamento do concurso público para a elaboração do estudo de viabilidade para a implementação de uma alternativa à EN-17, com ligação da A-13 ao IP-3/IC-6, num traçado a sul do Mondego.

Toda a vereação foi unânime em felicitar este 'desencravar' de um processo que há tantos anos é legitimamente reivindicado por autarcas e populações e cujo desenvolvimento poderá finalmente resolver o problema das acessibilidades do concelho e da região.

O Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, referiu que este «é um importante passo, na concretização desta solução, mas é apenas a primeira fase, que permitirá desenvolver o estudo de viabilidade técnica», não deixando de se congratular por «finalmente haver 'luz ao fundo do túnel', esperando que não haja mais 'areia' na engrenagem e que o processo possa decorrer o mais rapidamente possível, a fim de concretizar aquele que é um dos maiores anseios dos poiarenses e de toda a região».

O mesmo responsável fez um histórico de todo o processo, lembrando a posição ativa do Município de Vila Nova de Poiares no desenvolvimento de várias diligências e diplomacia política ao longo dos últimos anos, não deixando de sublinhar o caráter solidário de todos os autarcas da CIM-Região de Coimbra que se associaram à defesa desta ligação, mesmo aqueles que não serão diretamente beneficiados por esta nova acessibilidade.

Esta ligação foi já declarada como um investimento estratégico nacional, tendo sido incluída no Plano Nacional de Investimentos, bem como no Plano de Recuperação e Resiliência, negociado com a União Europeia.

Refira-se ainda que o procedimento foi já submetido na plataforma de compras públicas, e tem como objetivo a contratação da equipa de projeto que irá desenvolver o estudo de viabilidade, numa articulação próxima com os municípios que integram a CIM Região de Coimbra e, desta forma poder avaliar as condições para a execução de uma via que possa constituir uma alternativa à EN-17, a Sul do rio Mondego, que irá ligar o nó de Ceira da A13 à Ponte Velha (Lousã), incluindo também a ligação de Vila Nova de Poiares ao IP-3/IC-6.