• Jardim Homenagem Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

AM 1Foi ainda respeitado um minuto de silêncio pela tragédia que afetou toda a região.

A Assembleia Municipal de Vila Nova de Poiares, reunida em sessão ordinária, na sede do POYARES ROTAÇÕES, na localidade de Terreiros, aprovou por unanimidade um voto de pesar pelas vítimas dos incêndios florestais que recentemente assolaram toda a região, respeitando ainda um minuto de silêncio em memória de todos quantos perderam a vida numa tragédia de que não há memória no nosso país.

No documento que será enviado também para conhecimento de todos os municípios afetados, relembra-se «a dimensão dramática assumida pelo número de vidas humanas perdidas; o inimaginável sofrimento das vítimas, familiares e amigos; a gigantesca quantidade de infraestruturas e habitações destruídas, deixando pessoas e populações inteiras devastadas e ‘sem nada’».

O documento sublinha ainda o «enorme impacto que este flagelo assume, não só no território de cada um dos concelhos afetados, mas também em toda a região», expressando por isso «um voto de profundo pesar e consequente manifestação da mais sentida solidariedade às vítimas, familiares e amigos enlutados de todos quantos se viram envolvidos nos acontecimentos dramáticos que assolaram toda a região».

O texto aprovado por uanimidade expressa ainda um sentido reconhecimento pelo «esforço dos Bombeiros, Proteção Civil, Forças Armadas, Forças e Serviços de Segurança, bem como de todas as Autoridades Municipais, Saúde, Segurança Social e Voluntários no terreno».

Regulamento Municipal de Toponímia entre os documentos aprovados
A par do voto de pesar que marcou o início da sessão, a Assembleia Municipal aprovou também um conjunto de documentos, onde se destaca o Regulamento Municipal de Toponímia e Numeração de Polícia, que veio atualizar o documento já existente não só em matéria das alterações legislativas mais recentes, mas sobretudo com a regulamentação e harmonização das placas toponímicas a colocar.

Recorde-se que o processo de concretização da toponímia era uma aposta deste Executivo, encontrando-se praticamente concluído, estando já aprovados os procedimentos em todas as juntas de freguesia, encontrando-se ainda em discussão pública o processo relativo à freguesia sede de concelho (Poiares-Sto.André). Terminados os prazos legais e toda a tramitação administrativa inerente, as juntas de freguesia providenciarão a colocação das respetivas placas toponímicas, cabendo depois a cada proprietário a colocação do respetivo número de polícia.

«É um sentimento de dever cumprido», afirmou o Presidente da Câmara Municipal, adiantando que «era um compromisso que tínhamos com as populações e, com a conclusão deste processo, as pessoas podem, finalmente, ter um nome na sua rua e um número na sua porta, acabando com a situação caótica que existia e que tantos transtornos tem causado, com correspondência trocada, não entregue e muitas vezes até perdida».

AM 2