• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

reismagos

Iniciativa integrada na programação natalícia do concelho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares em parceria com a Companhia de Teatro Experimental de Poiares, o Rancho Folclórico do Centro de Convívio do Carvalho e o Grupo Folclórico e Etnográfico do Município promoveram este sábado a “Chegada dos Reis Magos – Presépio Vivo”.

Integrado na programação natalícia do Município, esta iniciativa procurou teatralizar um conjunto de cenas que representam esta tradição cristã, nomeadamente a chegada dos Reis Magos a Belém para adorarem o Menino Jesus, acabado de nascer e a quem trouxeram de presente ouro, incenso e mirra.

A recriação da cena natalícia foi protagonizada pelos próprios eleitos locais, que assumiram os papéis dos Reis Magos: Baltazar, Belchior e Gaspar, nomeadamente o Presidente e Vice-presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques e Artur Santos, e o Presidente da Assembleia Municipal, Nuno Lima Fernandes, acompanhados da Vereadora Lara Henriques de Oliveira na personagem de Rainha Miriam, Rainha das Europas, e pelos atores das diferentes classes da Companhia de Teatro de Experimental de Poiares.

O grupo concentrou-se no Largo Dr. Daniel de Matos, promovendo a partir desse ponto um conjunto de teatralizações interagindo com o público presente ao longo do percurso, até ao Jardim Municipal onde finalmente encontraram o Presépio (Menino).

Aqui, para além da entrega dos presentes, foi a vez do Rancho Folclórico do Centro de Convívio do Carvalho e do Grupo Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares entrarem em cena cantando canções alusivas à quadra.

Para João Miguel Henriques, esta iniciativa «tem uma enorme importância na promoção das políticas de dinamização do centro da vila, dando-lhe uma maior ‘vida’, proporcionando ao mesmo tempo um momento cultural que encerra as celebrações de Natal».

Assim, para além da óbvia dinamização cultural, «representa um atrativo extra para uma maior afluência de público a esta zona central da vila, dando um impulso adicional ao comércio tradicional local».