• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

Assinatura prot EIP

Equipa de Intervenção Permanente vai reforçar capacidade operacional dos bombeiros

O Ministro da Administração Interna, homologou em Vila Nova de Poiares o protocolo para criação de uma Equipa de Intervenção Permanente no concelho, num documento ‘tripartido’ assinado pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares e o Município de Vila Nova de Poiares.

«Esta é a primeira equipa criada em 2018», conforme afirmou o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que se juntará às 166 já criadas, e que significarão um importante reforço da capacidade operacional dos bombeiros».

O responsável do Governo fez ainda um apelo à capacidade de união de todos os agentes em torno da mesma causa, «a prevenção», no sentido de se providenciar a «limpeza dos espaços florestais, em especial, nos 50 metros em torno das habitações e 100 metros em volta das povoações», de forma «a estarmos melhor preparados para enfrentar a época de maior risco de incêndio», reiterando que «é prioritário limpar as matas até ao final de maio».

No seu discurso, o Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, realçou a importância do momento «para a criação de condições operacionais cada vez mais favoráveis à nossa corporação de Bombeiros», reforçando a mais-valia da criação no concelho de uma Equipa de Intervenção Permanente , sobretudo «no que à melhoria da operacionalidade do corpo de Bombeiros diz respeito e consequentemente à eficácia e eficiência da sua ação para a proteção e segurança da nossa população», pelo que, «a Câmara Municipal não podia deixar de dar este passo e desta forma possibilitar a sua instalação no nosso Concelho».

Recordando o impacto dos incêndios do passado dia 15 de outubro no concelho e na região, afirmou que «não queremos voltar a viver tal inferno. Temos todos, em conjunto, que trabalhar para garantir as melhores condições possíveis não só em termos de operacionalidade como também em termos de prevenção».
O mesmo responsável concluiu, referindo que, «a criação de melhores condições de operacionalidade para aqueles que muitas vezes arriscam a própria vida para garantir a nossa segurança é sem dúvida importante, mas é apenas uma das faces do tabuleiro. Algo tem que ser feito e este é o momento. Se nada fizermos agora, podemos não vir a ter uma segunda oportunidade».

Refira-se que esta EIP é uma equipa, constituída por cinco elementos efetivos recrutados dentro do universo dos Bombeiros Voluntários do corpo de Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares, em cujo quartel irão ficar em permanência, irá funcionar em regime de exclusividade, com um horário semanal de 40 horas definido pelo respetivo Comandante do Corpo de Bombeiros.

Trata-se de um esforço financeiro repartido em partes iguais entre o Município de Vila Nova de Poiares e a autoridade Nacional de Proteção Civil, numa despesa anual de cerca de 35.000 Euros para cada das partes durante os próximos três anos (podendo vir a ser renovado).

 

Veja AQUI todas as fotos da cerimónia