• Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

APCVC 1

Entidade irá integrar o Agrupamento Europeu de Cidades Cerâmicas (AeuCC)

Vila Nova de Poiares integra a lista de 14 municípios fundadores da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas Cerâmicas (AptCVC), que irá integrar o Agrupamento Europeu de Cidades Cerâmicas (AeuCC).

A cerimónia de escritura da associação decorreu em Mafra, tendo o Município sido representado pela Vereadora do pelouro da Cultura, Lara Henriques de Oliveira. 

O objetivo da associação é promover a defesa e valorização do património cultural e histórico cerâmico e facilitar o intercâmbio entre cidades europeias com tradição cerâmica, para além de incentivar a riação artística da cerâmica.

Vila Nova de Poiares, que para já é o único concelho do distrito de Coimbra a integrar a AptCVC, assume assim «a importância da defesa do património cerâmico, intimamente ligado à sua marca forte “Chanfana”, confecionada nos tradicionais caçoilos de barro preto de Olho Marinho, cujo processo de certificação, recorde-se, está ainda em curso e irá contribuir para um importante passo na defesa deste património», conforme referiu o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, João Miguel Henriques.

«Esta é a primeira iniciativa estratégica para preservar e promover a tradição e a inovação em cerâmica, área em que o país tem um potencial imenso, uma vez que é, neste momento, o principal produtor na Europa e um dos principais exportadores para todo o mundo», referiu, lembrando «a própria história de produção de barro preto em Poiares que, desde tempos imemoriais tem ‘exportado’ a sua produção para todo o país e estrangeiro, numa autêntica ‘imagem de marca’ do concelho, associada a esse produto de excelência que é a chanfana».

Além de Vila Nova de Poiares, a AptCVC é constituída pelas câmaras de Alcobaça, Batalha, Caldas da Rainha (distrito de Leiria), Aveiro, Ílhavo (Aveiro), Barcelos (Braga), Mafra (Lisboa), Montemor-o-Novo, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Viana do Alentejo (Évora), Tondela (Viseu), e Viana do Castelo.

No final da cerimónia de constituição da Associação foi ainda inaugurada uma exposição itinerante, com peças de cada um dos concelhos, e que irá percorrer os 14 municípios fundadores da AptCVC, onde se pode apreciar a diversidade de processos de produção (do artesanal ao industrial), de matérias-primas (barro, grés ou porcelanas), de técnicas de produção (dos vidrados às pinturas decorativas) e de funcionalidade (do utilitário ao decorativo, incluindo também o figurado de barro).

barro preto alt

APCVC 3