• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

 CCC Ass Geral

Assembleia-Geral do Centro de Competências da Caprinicultura juntou responsáveis de várias entidades

O Centro de Competências da Caprinicultura (C.C.C.), instalado em Vila Nova de Poiares, foi um dos primeiros a ser homologados pelo Ministério da Agricultura e realizou a sua Assembleia-Geral, para apresentação e discussão do Plano de Ação do CCC a novos associados, com definição das atividades a realizar.

Para o Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, «Vila Nova de Poiares está cada vez mais a afirmar-se como a capital da caprinicultura», dando conta da importância da localização estratégica neste concelho do Centro de Competências da Caprinicultura, «donde emanarão as estratégias nacionais a definir nesta matéria, sendo indiscutível o papel preponderante de Poiares neste setor».

No Plano de Ação apresentado foi definida a ambição nuclear deste documento, que assenta na “Recuperação do património pecuário e da produção de caprinos, reduzindo a dependência externa, definindo para isso o que se designou por 3 pilares prioritários do C.C.C.: a valorização da produção caprina pelo aumento da produção e produtividade e a promoção da pastorícia; o incremento da experimentação e investigação sobre os caprinos e a garantia da transmissão do conhecimento aos produtores, assegurando a evolução da fileira; bem como a contribuição para a preservação e o acesso universal à informação disponível.

É com base nestes pilares, que serão definidas as medidas de ação que, num contexto mais genérico, «contribuirão o desenvolvimento e a sustentabilidade da fileira da caprinicultura, o reforço da investigação, a promoção da inovação, a transferência e divulgação do conhecimento e as boas práticas na produção de caprinos», conforme se lê no documento.

De acordo com a visão estratégica apresentada, esta aposta é «fundamental para o reconhecimento da importância deste pequeno ruminante (a cabra) na economia dos territórios e no desenvolvimento do espaço rural, comprovando a dimensão estratégica que a caprinicultura assume nas economias das regiões e na coesão do território, contribuindo para a diminuição das assimetrias regionais».

Esta Assembleia-Geral realiza-se após a adesão de nove novos membros ao Centro de Competências da Caprinicultura como a ACOS (Associação de Agricultores do Sul), a ANCRAS (Associação Nacional de Caprinicultores da Raça Serrana ), a APED (Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição), a CAPRISERRA (Cooperativa de Produtores de Cabrito de Raça Serrana ), a LEICRAS (Cooperativa de Produtores de Leite de Cabra Serrana), a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, a Escola Superior Agrária de Viseu, a Universidade de Évora/Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas e a Universidade de Lisboa/Faculdade de Medicina Veterinária, que se juntam assim aos membros fundadores - Município de Vila Nova de Poiares, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE), Universidade de Coimbra (UC) e Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).